29.4 C
Pedreiras
domingo, abril 14, 2024

Vereador Neguim Silva fala sobre projeto que veda contratação e nomeação de condenados por feminicídio

OBSERVATÓRIO DO LEGISLATIVO


Em 2022 o Maranhão registrou 64 casos de feminicídio, superando o ano anterior. Políticas como a Patrulha Maria da Penha fazem a diferença. No estado 14 patrulhas se acham atuantes, inclusive em Pedreiras, Maranhão. “O sistema de segurança com um todo tem procurado formas de tentar minimizar esses crimes que estão acontecendo. Nós sabemos que, infelizmente, as mulheres que estão morrendo são mulheres que não denunciaram. E isso reforça que a cultura da não denúncia, de se perpetuar no ciclo de violência, prova que isso leva ao feminicídio. Então, a Polícia Militar está levando esse trabalho pra reforçar, pra mulher entender que ela vai ser acolhida, vai ser atendida, quando ela fizer a denúncia”, explica a tenente-coronel Edhyelem Santos, coordenadora estadual das Patrulhas Maria da Penha, em matéria publicada no G1.

Se as forças de segurança agem por um lado, é importante que os ocupantes dos poderes também se mobilizem. É neste sentido que o vereador pedreirense Neguim Silva elabora um projeto que, “veda a contratação e nomeação em cargos públicos diretos e em decorrência de empresas terceirizadas, de pessoas condenadas pelos crimes previstos no artigo 121 do Decreto- Lei Federal n° 2.848, de 07 de dezembro de 1940. Em diálogo com o jornal O Pedreirense o parlamentar fala sobre o projeto ainda em construção.

O Pedreirense: colabore com o nosso trabalho via Pix (99) 982111633 – jornalismo que informa, notícias que importam.

- Publicidade -spot_img
Colabore com o nosso trabalho via Pix: (99) 982111633spot_img
Joaquim Cantanhêde
Joaquim Cantanhêdehttp://www.opedreirense.com.br
Jornalista formado pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI)
- Publicidade -spot_img

Recentes

- Publicidade -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias relacionadas