24.3 C
Pedreiras
sábado, outubro 16, 2021

Ato marcado para às 17h deve pôr à prova indignação dos pedreirenses ao governo Bolsonaro

No 07 de setembro, aqueles que se reivindicam “direita em Pedreiras”, levaram às ruas de nossas avenidas seus caminhões, carros e motos, que por onde passam chamavam, a atenção, contraditoriamente vestidos de verde amarelo, impulsionados pelo discurso golpista do presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido), exigido intervenção militar e fim do Supremo Tribunal Federal (STF).

O movimento foi aderido por uma parcela de brasileiros satisfeitos com os rumos do país, ainda que os dados evidenciem o aumento da extrema pobreza. Ocorreu em um momento de elevação sequencial no preço da gasolina, crise hídrica deixando vermelha a bandeira na conta de luz e a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI da Covid) evidenciando um genocídio planejado nos átrios do Ministério da Saúde. Apesar disso, os apoiadores do presidente reivindicaram o fim do comunismo, num movimento que contou com apoio de parte dos púlpitos das igrejas evangélicas, que como se sabe, alicerçam o governo de Jair.

Hoje (02), o movimento chamado #ForaBolsonaro testará, nas ruas de Pedreiras, o nível de indignação social diante da crise que maltrata os pedreirenses, em especial os mais pobres. O desafio do dia será contar com adesões reais, no protesto organizado por movimentos sociais, sindicais e partidos políticos de diversas matizes.

É importante lembrar que nas eleições de 2018, Fernando Haddad (PT) obteve a maioria dos votos em Pedreiras, um cenário que a julgar o que se desenha para 2022, deve se manter, diante da decadente popularidade de Bolsonaro, segundos pesquisas.

Os articuladores falam que “Vida, pão, vacina e educação” serão as principais demandas elencadas pelo movimento, que deve se caracterizar pela defesa da democracia e o fortalecimento das instituições da república.   

- Publicidade -spot_img
Colabore com o nosso trabalho via Pix: (99) 982111633spot_img
Joaquim Cantanhêdehttp://www.opedreirense.com.br
Jornalista formado pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI)
- Publicidade -spot_img

Recentes

- Publicidade -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias relacionadas