21.2 C
Pedreiras
quinta-feira, julho 18, 2024

Chega ao fim greve dos rodoviários em São Luís

O prefeito de São Luís, Eduardo Braide, acaba de anunciar o fim da greve dos rodoviários na capital do Maranhão. Motoristas e cobradores reivindicaram reajuste salarial de 13%, após o aumento da passagem do transporte público. Após 12 dias de protesto, o Sindicato das Empresas de Transporte (SET) e o Sindicato dos Rodoviários aceitaram a proposta de não haver aumento da passagem. Assim, ainda nesta segunda-feira (01), o serviço de transporte público voltará a circular, segundo Braide.

Saiba mais:

Greve de ônibus em São Luís chega a oito dias nesta quinta-feira (21)

“Todos os dias parecem domingo” – este é o cenário na grande São Luís para muitos moradores que enfrentam a correria do dia a dia, nesta, que já é a segunda maior greve do transporte coletivo na capital maranhense desde 2014. A paralização dos motoristas e cobradores, que já dura oito dias, iniciou na última quinta-feira (21), sem sinalização de chegar ao fim. Os rodoviários, que reivindicam melhores condições de trabalho e reajuste salarial de 13%, afirmam que estão dispostos a permanecerem de braços cruzados por seus direitos.

Ainda nesta segunda-feira (25), atendendo à solicitação do prefeito Eduardo Braide (Podemos), os rodoviários compareceram em frente ao Palácio de La Ravardière e conversaram com o porta-voz do prefeito. Após mais de seis horas reunidos na sede da Prefeitura de São Luís, os empresários apresentaram uma proposta consideradavergonhosa”, pelos trabalhadores, de 2% de reajuste salarial, logo os rodoviários recusaram o acordo.

Rodoviários aguardam resultado da reunião da categoria com o prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos). (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Dentre as reivindicações estão: 13% de reajuste salarial, jornada de trabalho de seis horas, ticket alimentação no valor de R$ 800,00, manutenção do plano de saúde e inclusão de um dependente, além da concessão do auxílio creche para trabalhadores com filhos pequenos.

Nos bairros da capital, os transtornos ocasionados pela paralisação são muitos. Passageiros que precisam se locomover para chegarem aos seus destinos, foram obrigados a buscarem outras alternativas para chegarem ao seu destino. Entre as opções encontradas pelos passageiros, as mais utilizadas foram o transporte alternativo (vans), viagens por aplicativos e o moto táxi, o que ocasionou em um forte aumentos nos preços das passagens, devido a alta procura e pouca demanda.

Já nesta quinta-feira (28) o prefeito Eduardo Braide, se comprometeu em apresentar um “auxílio emergencial”, chamado de Cartão Cidadão, que garantiria passagem gratuita para pessoas que perderam o emprego durante a pandemia da Covid-19, além da contribuição para o sistema de transporte público, com injeção de recursos. Do outro lado, o Sindicado dos Rodoviários afirmam, em nota, que “não há qualquer sinalização de um encontro”.

Leia a íntegra da nota

“O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão informa, que até o momento, não houve qualquer sinalização de um encontro, para o decorrer desta quarta-feira (27), no intuito de discutir soluções, que visam atender as reivindicações dos trabalhadores. A entidade ressalta, que segue a disposição dos empresários e da Prefeitura de São Luís, para que possa retomar o diálogo, para que os Rodoviários tenham os seus direitos garantidos pelos patrões e para que o transporte público volte a circular normalmente na capital. A última proposta feita pelos empresários, foi na segunda-feira (25), durante reunião com o Prefeito Eduardo Braide, em que chegaram a oferecer 2% de reajuste salarial, o que não foi aceito pelos trabalhadores, que decidiram pela manutenção do movimento grevista. Sem avanços, os ônibus permanecem dentro das garagens e os rodoviários aguardando por uma decisão. Sem sinalização de novo acordo a greve dos rodoviários segue na Grande São Luís”.

- Publicidade -spot_img
Colabore com o nosso trabalho via Pix: (99) 982111633spot_img
Mayrla Frazão
Mayrla Frazãohttps://www.opedreirense.com.br
Jornalista - Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão (UniFacema)
- Publicidade -spot_img

Recentes

- Publicidade -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias relacionadas