24.3 C
Pedreiras
terça-feira, abril 16, 2024

Triste realidade II

OPINIÃO


Essa é a terceira vez que eu público esse artigo. A primeira vez foi em 2006 no pioneiro blog pedreirense Pedras Verdes, no qual, Henrique e Joaquim Filho mexiam com a cidade, região e o estado do Maranhão quando quase ninguém sabia ainda o que era blog.

Escrevi o artigo porque como liderança política desde o Movimento Estudantil Secundarista e ex-vereador-presidente da Câmara Municipal de Pedreiras, me sentia na obrigação moral e ética de me pronunciar sobre a triste realidade dos legislativos municipais em absoluto.

Da mesma forma assim me senti e republiquei o artigo em 2014.

Agora, com o fato ocorrido na cidade maranhense de Cândido Mendes, na última sexta-feira (04), proporcionado pelo vereador Cleverson Pedro Sousa de Jesus (Sababá Filho) – PcdoB, contra o prefeito José Bonifácio Rocha de Jesus (Facinho) – PL, o artigo torna-se novamente necessário e comprova que com o passar dos anos, apesar do governo Bolsonaro ter sido eleito com a bandeira do combate a corrupção e o comando do estado do Maranhão ter sido tomado dos Sarney, que o detiveram por quatro décadas, e passado para o comando de “progressistas” capitaneados por Flávio Dino,  a realidade política do nosso estado ainda é a mesma: miséria, corrupção e atraso.

Sua excelência, o vereador Sababá, só escancarou pelas janelas a triste realidade das Câmaras Municipais de joelhos perante Prefeituras e de vereadores de cócoras perante prefeitos no interior do nosso estado. E o maior ralo de desperdício de dinheiro público no Brasil, de corrupção e desvio desse recurso, está nas prefeituras do Brasil. E quem deveria fiscalizar e impedir essa outra triste realidade: as Câmaras de Vereadores. Como fazer isso se funcionam como meros cartórios homologadores da vontade do Chefe do Executivo?

Por Allan Roberto Costa Silva, cidadão pedreirense

- Publicidade -spot_img
Colabore com o nosso trabalho via Pix: (99) 982111633spot_img
- Publicidade -spot_img

Recentes

- Publicidade -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias relacionadas