21.2 C
Pedreiras
quinta-feira, julho 18, 2024

Pedreiras: do São João ao sem João

CULTURA


Em Pedreiras, Maranhão, Benedito é o santo mais popular, tanto que é o padroeiro, mas ainda sobra espaço para outros personagens milagrosos venerados pela fé católica local. As festas juninas atravessam a história de nossa gente e o poder público, em tese fomentador cultural, aos longos dos anos ocupa o importante papel de fortalecer as manifestações que marcam este período. São João da Princesa é o nome adotado, nos últimos anos, em referência ao evento articulado pela prefeitura.

A cultura junina já viveu, no âmbito desta organização, seus dias de glória. As quadrilhas juninas, em especial, já travaram, no tablado, disputas emocionantes, com direito à torcida organizada. A pandemia também exerceu seu peso e mesmo as possibilidades do universo virtual (a saída naquele momento) não foram capazes de abarcar uma festividade que encontra, na rua, no contato com o público, sua plenitude.

Neste ano, segundo material que chegou a ser divulgado pela Prefeitura de Pedreiras, contendo a logo da Fundação Pedreirense de Cultura (FUP), a festividade seria realizada de 7 a 9 de julho, contudo, durante o referido fim de semana a fogueira não queimou no Anfiteatro Dom Jacinto, local mencionado no flyer.

O pouco que se sabia sobre a festa, cujo material de divulgação foi excluído das redes da Prefeitura de Pedreiras, tinha como base um comentário da prefeita Vanessa Maia, durante entrevista ao programa Tribuna 101, em 08 de junho. A gestora, na ocasião, deixou claro, sem citar data, que seria uma festa “modesta”, a ser realizada no mês seguinte. “Isso por que Klebinho? Coincidiu, esse ano, com a vaquejada. Então a gente não vai dividir público. A gente conversou com os próprios quadrilheiros, os grupos juninos e eles gostaram muito”, disse Vanessa.

A FUP chegou a divulgar, no Diário Oficial, portarias que tratavam do “Cadastro de Manifestações Culturais, Populares e Tradicionais para o período junino de Pedreiras – Maranhão”.

Sobre o caso tentamos contato, via WhatsApp, com o secretário Maurício Monteiro, não havendo retorno até o momento. O espaço para esclarecimentos permanece disponível. Nas redes sociais da prefeitura nada há a respeito.

- Publicidade -spot_img
Colabore com o nosso trabalho via Pix: (99) 982111633spot_img
Joaquim Cantanhêde
Joaquim Cantanhêdehttp://www.opedreirense.com.br
Jornalista formado pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI)
- Publicidade -spot_img

Recentes

- Publicidade -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias relacionadas