26.3 C
Pedreiras
segunda-feira, agosto 8, 2022

Pedra Grande: do boom de visitas ao abandono

“E faço o convite ao Brasil inteiro para vir conhecer”, disse a prefeita de Pedreiras durante inauguração do parque, em 2021


Ilustrada nas pinturas, versada nos poemas. A Pedra Grande é um dos elementos que calcificam o imaginário sociocultural do município de Pedreiras, interior do Maranhão. Por décadas sendo vista, pelo poder público, apenas como um conjunto de pedras sobrepostas e isoladas no meio do mato, às margens de uma estrada de terra, no povoado Transual, experimentou um boom de visitas no começo de 2021.

Naquela ocasião, Vanessa Maia chegava ao comando da Prefeitura de Pedreiras, tendo nomeado Aldeclei Farias como secretário de Meio Ambiente. A trilha, montada até os pés do monumento natural, foi a galinha dos ovos de ouro de um governo que queria mostrar serviço. Do dia para a noite, a pedra isolada passara a ser acessível, com direito a filas formadas por interessados em ir até ela. Era a oportunidade de tocar o que até então só se conhecia pela poesia, música, pintura e livros de história.

Parque Ambiental Pedra Grande (Foto: Joaquim Cantanhêde)

Sob chuva, no dia 24 de abril de 2021, foi inaugurado, o que a gestão chamou de “Parque Ambiental Pedra Grande”, cuja trilha, Vanessa Maia percorreu com a família, acompanhada também de dezenas de pessoas, incluindo outras autoridades políticas.

“Nossa cidade é muito cultural e de muitos artistas, e tem muitas histórias ainda escondidas, e nós, com fé em Deus vamos resgatar nossa cultura e mostrar para o mundo que Pedreiras é sim uma Princesa. E faço o convite ao Brasil inteiro para vir conhecer as riquezas da nossa cidade”, disse ela, na ocasião.

Atualmente, quem atender o convite da gestora vai encontrar um local que não pode ser chamado de parque. Aliás, dele sobrou pouca coisa da presença do poder público.

Parque Ambiental Pedra Grande (Foto: Joaquim Cantanhêde)

O período chuvoso impôs trégua à visitação, já que as águas do Rio Mearim tomaram de conta da entrada. Contudo, há meses do fim de nosso “inverno”, a situação encontrada é de abandono. Quem chega tem acesso à trilha, mas nada há no que diz respeito à segurança e infraestrutura básica para que se tenha o local como propício à visitação.

Questionamos o secretário Aldeclei Farias, sobre políticas públicas para que o espaço seja novamente frequentado. Até o fechamento desta matéria, não houve retorno.

No começo da noite, passou a circular, em grupos de WhatsApp, um vídeo do secretário, na entrada da trilha. “Desde quando o período chuvoso cessou, nós estamos aqui, trabalhando para tonar esse lugar acessível para você”, disse. Durante visita de nossa equipe, contudo, nenhum observou nenhum sinal da ação do poder público, no sentido da revitalização do espaço.

- Publicidade -spot_img
Colabore com o nosso trabalho via Pix: (99) 982111633spot_img
Joaquim Cantanhêdehttp://www.opedreirense.com.br
Jornalista formado pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI)
- Publicidade -spot_img

Recentes

- Publicidade -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias relacionadas