25 C
Pedreiras
sábado, julho 20, 2024

Ministério Público encoleirado

OPINIÃO


Há tempos a sociedade pedreirense vem percebendo que perdemos o Ministério Público altivo, valente, operante e independente que tivemos por três décadas em Pedreiras. Essas últimas duas “safras” de Promotores, resguardando responsavelmente a exceção que sempre existe, é de dar saudades de um famoso delegado de polícia civil que por Pedreiras passou que fazia justiça com as próprias mãos e assim torturava, extorquia, matava (e matou muitos) e tocava fogo nos corpos, fazia crimes de roubo e pistolagem por encomenda, mas agradava o povo porque era “justiceiro”. Terminou denunciado pelo MP e preso, condenado há dezenas de anos de prisão e foi expulso da Polícia.

Onde os gatos não trabalham os ratos imperam.

Nas eleições municipais choveram absurdos de omissões e “suspeições” que geraram desconfianças de que o MP Eleitoral da Nona Zona tinha lado. E de lá para cá o retrato que do MP de Pedreiras é de uma velha senhora mouca, caolha, maneta, claudicante e preguiçosa, disártrica e dislálica; semimuda até. Se for falar da operacionalidade da Promotora Marina Carneiro, ela poderia representar essa senhora.

Mas agora o MP exagerou: pediu à Prefeitura a DOAÇÃO DE UM TERRENO PARA CONSTRUIR UMA NOVA SEDE!

Tenha vergonha e pena de Pedreiras, MP!

O MP é um órgão do Estado do Maranhão, autônomo, com orçamento próprio milionário muito superior ao de todas as cidades do Médio Mearim somadas!!! Só em 2021 foram R$ 593.932.375,09 (QUINHENTOS E NOVENTA E TRÊS MILHÕES…).




Os artigos 127 a 130 da Constituição Federal definem as prerrogativas e funções dos MP’s.
Ele é autônomo, tem autonomia funcional, financeira e administrativa; é independente. Não é parte do Poder Judiciário! É um “superpoder” mais poderoso que os outros tres poderes de fato!

E agora “seu” MP-MA vem pedir favor financeiro à prefeita Vanessa Maia…

A prefeita já tem a Câmara Municipal de joelhos perenemente perante si. Agora terá o MP de CÓCORAS perante ela.

Temos a obrigação como cidadãos de pedir aos vereadores que não aprovem esse PL. E temos que ir em manifestação para a frente do MP exigir explicações e exigir que ele próprio, MP-MA, solicite a retirada do PL da Ordem do Dia e que a prefeita o peça de volta ao Poder Executivo. E caso amanhã a CMP aprovar, que o MP recuse essa doação, pois é uma covardia, traição, punhalada no flagelado povo de Pedreiras, faminto, sem teto, sem segurança. Um “assalto” aos cofres públicos pedreirenses que já pagam aluguel para quase 30 imóveis para funcionamento de seus órgãos, desde Secretarias, escolas, creches, centro de especialidades médicas, postos de saúde, órgãos administrativos, como as Vigilâncias, e tantos outros!

O MP-MA, o chique Parquet, tem o condão de ser o órgão defensor da sociedade, assim é definido. Agindo assim está atuando como opressor da sociedade pedreirense, especialmente dos que mais dependem de sua valente e previdente defesa; está abrindo mão de sua autonomia e liberdade “na prática”, pois ficará devendo esse “favor” à Câmara e à prefeita; estará se promiscuindo (para não usar uma palavra pior que rima com essa) e estará dando um péssimo exemplo, além de rasgar o que a CF prevê de suas atitudes, pois o Direito não é somente objetivo, ipsis verbis, é também, subjetivo!

À luta, Pedreiras! Que derrubemos mais essa vergonha de quem tanto nos orgulhou e agora está nos abandonando e envergonhando!

Por Allan Roberto Costa Silva, cidadão pedreirense


A anterior opinião não é uma manifestação deste jornal. Ao cidadão pedreirense é resguardado o direito à livre manifestação do pensamento, dentro dos limites estabelecidos pela democracia. Como jornal sempre nos manifestamos via editorial.  

- Publicidade -spot_img
Colabore com o nosso trabalho via Pix: (99) 982111633spot_img
- Publicidade -spot_img

Recentes

- Publicidade -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias relacionadas