24.3 C
Pedreiras
terça-feira, abril 16, 2024

‘‘Greve por tempo indeterminado em todo o Maranhão’’

REDE ESTADUAL DE EDUCAÇÃO


Enquanto o Governo do Estado alardeia os ritos da posse no sul Maranhão, a paralisação da Rede Estadual de Educação passa a ser greve. A mesma foi deflagrada, pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica das Redes Públicas Estadual e Municipais do Estado do Maranhão – SINPROESEMMA, nesta segunda (06), após a semana de paralização, que para fins de reivindicação não surtiu o efeito desejado Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica das Redes Públicas Estadual e Municipais do Estado do Maranhão – SINPROESEMMA.

O que os docentes reivindicam? Que o governador Carlos Brandão (PSB), conceda reajuste de 14,95%, correspondente ao piso salarial da classe, garantido em lei pelo governo Lula. Ou seja, para a categoria não está sob a mesa negociar garantias.

“Categoria está convocada para o movimento grevista por tempo indeterminado em todo o Maranhão a partir de segunda-feira, 06 de março com atos em todas as regionais e núcleos do Sinproesemma. Em São Luís: Ato público, dia 06 de março (segunda-feira), na Praça Joãozinho Trinta, a partir de 08h30”, informa Raimundo Oliveira, presidente do SINPROESEMMA.

De acordo com o vice-governador Felipe Camarão, que retorna ao comando da Seduc, uma nova reunião, na tentativa de solucionar o impasse, deve ocorrer na quarta-feira (8). “Por isso, na mesa de negociação, fizemos uma contraproposta (que não foi aceita) e me dispus a avaliar tecnicamente como poderemos subir a proposta salarial e apresentar à categoria até a próxima quarta-feira, dia 8 de março”.

- Publicidade -spot_img
Colabore com o nosso trabalho via Pix: (99) 982111633spot_img
Joaquim Cantanhêde
Joaquim Cantanhêdehttp://www.opedreirense.com.br
Jornalista formado pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI)
- Publicidade -spot_img

Recentes

- Publicidade -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias relacionadas