23.6 C
Pedreiras
domingo, novembro 28, 2021

‘Chiquinho da Capoeira’: as mãos por trás das esculturas do Bosque Seringal

Francisco de Assis Barbosa Costa, 44 anos, ou ‘Chiquinho da capoeira’, como é conhecido por muitos, um pedreirense de muitas profissões, bombeiro, vigilante, professor e escultor, a qual tem se dedicado, nos últimos meses, à revitalização do Bosque Seringal, espaço de lazer que ganhou um olhar especial do poder público, mas que durante muito tempo esteve carente de visibilidade. Hoje, o local se tornou um dos principais pontos de visitação das famílias pedreirenses, tendo como atração as esculturas artísticas de Chiquinho, feitas com cimento e o auxílio de raízes, das árvores que vieram abaixo.

Em entrevista ao portal O Pedreirense, o artista fala sobre o privilégio de ter sua arte exposta em um lugar histórico da cidade, como o Bosque Seringal. Chiquinho explica como começou a esculpir, fala de inspirações, obras que já realizou na cidade, como a construção da letreiro “Eu amo Pedreiras”, próximo a entrada da cidade e, com esperança, estende agradecimentos pela oportunidade de levar alegria aos pedreirenses, através da arte de esculpir. Acompanhe:

- Publicidade -spot_img
Colabore com o nosso trabalho via Pix: (99) 982111633spot_img
Mayrla Frazãohttps://www.opedreirense.com.br
Jornalista - Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão (UniFacema)
- Publicidade -spot_img

Recentes

- Publicidade -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias relacionadas