25.1 C
Pedreiras
segunda-feira, outubro 18, 2021

“A palavra é um bicho solto”, diz a educadora Francisca Bulhão em entrevista ao O Pedreirense

A pompa não lhe encanta. Distante do barulho dos homens, prefere a confiável companhia das árvores. A nova geração certamente a define como uma figura “na dela”. Penso que ela saiba qual é o seu lugar e por ele caminha, entre folhas em decomposição. Os cajus bicados adornam-lhes os pés ao nos levar para conhecer seu quintal. Ali educadora Francisca Bulhão (47 anos) nos concedeu uma entrevista especial: fala sobre a vocação para as letras, sua mãe enquanto inspiração, Paulo Freire e seu legado, marca posição contra o governo Bolsonaro, fala da educação brasileira a partir de sua vivência no Centro de Ensino Oscar Galvão, e sobre seu palavrão favorito. Está linda demais!

Assista!



- Publicidade -spot_img
Colabore com o nosso trabalho via Pix: (99) 982111633spot_img
Joaquim Cantanhêdehttp://www.opedreirense.com.br
Jornalista formado pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI)
- Publicidade -spot_img

Recentes

- Publicidade -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias relacionadas